Quinta-feira, 26 de Maio de 2011

As dificuldades da 1.ª República

Em Lisboa, no país inteiro, o ambiente político deteriorava-se vertiginosamente. Os governos sucediam-se a intervalos de meses, às vezes de dias. Não havia autoridade, nem coragem, para castigar quem se revoltava contra a Constituição. Falava-se em revoltas militares por todas as esquinas. (...) Era o descalabro.


Assim os monárquicos haviam aberto o caminho à República, os republicanos abriram-no à Ditadura. A brandura política e o duelo dos partidos tinham desorientado a opinião pública. Tudo se conjugava para criar no pais um ambiente propício à ideia de mudança.


 


Maurício de Oliveira, Diário de um Jornalista


 



  1. Com base no documento, indica três motivos do descontentamento em relação à República (página 48).

historia8alustosa às 18:51
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Agrupamento de Escolas de Lousada Norte

Pesquisar

 

Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Posts recentes

Cotações e critérios de c...

Preparação para o teste i...

Informação sobre o teste ...

Critérios específicos de ...

Teste intermédio 2011 Ver...

Teste intermédio 2011 Ver...

O salazarismo

O nazismo

A depressão económica

O fascismo

A ação dos governos repub...

As leis da República

A Constituição da Repúbli...

Economia portuguesa nos f...

As Reformas religiosas

Arte renascentista

A mentalidade Renascentis...

As novas rotas do comérci...

As condições para a Expan...

A Romanização

Guerra do Vietname: uma g...

A Guerra, RTP

A Guerra Colonial Portugu...

A vida de Mahatma Gandhi,...

Julgamento de Nuremberga,...

Hiroshima, Discovery Chan...

Filmes perdidos da 2.ª Gu...

Apocalipse da Segunda Gue...

Objetivos para o teste de...

A Censura e a polícia pol...

A acção da polícia políti...

A educação e a Mocidade P...

A Constituição de 1833

Salazar e o fascismo

Salazar, Salvador da Pátr...

Arquivos

Maio 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Ligações